Um dos maiores bancos de desenvolvimento do mundo, o BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), promove financiamentos para diversos setores da economia, com o intuito de auxiliar empreendedores brasileiros. Para a realização desses investimentos, o banco público trabalha por meio de produtos, programas e fundos, para compreender o diverso público e suas necessidades.

Entenda o Financiamento do BNDS

Os produtos ofertados pelo BNDS definem as regras de funcionamento do empréstimo e determinam qual será a linha de financiamento adotada, a partir do perfil e tipo de investimento a ser realizado. Já os programas do banco atuam em setores específicos e possuem prazos temporários de funcionamento. Além disso, há a possibilidade do uso do Cartão BNDS, que é voltado à micro, pequenas e médias empresas, adotando um sistema de crédito rotativo e disponibilidade de até R$2 milhões para aquisição de produtos e serviços credenciados.

O que pode ser financiado?

Para a concessão do investimento, é analisado o destino do recurso. Entre as finalidades de aplicação dos recursos, o banco permite, também, investimentos em expansões, implementações, modernizações e recuperações de empreendimentos. Além disso, os recursos podem ser utilizados para a compra de maquinários, insumos e serviços, e para uso no capital de giro.

 

Quem pode solicitar o financiamento?

Cada instrumento de financiamento compreende um perfil de cliente, englobando desde pessoas físicas - que sejam empresários individuais – até grandes empresas. Além disso, cooperativas, sindicatos, clubes e associações de direito privado também podem requerer empréstimos pelo banco.

 

Como pedir o financiamento?

Para pedir o financiamento o solicitante deve atender alguns requisitos, como: não estar com dívidas; dispor de capacidade de pagamento; possuir garantias para a cobertura do risco; cumprir a legislação ambiental; apresentar cadastro satisfatório e não estar em regime de recuperação de crédito.

Existem duas maneiras de requerer o empréstimo, o apoio direto e o apoio indireto. A forma de apoio é escolhida pelo perfil do financiamento e determinará as condições necessárias para a realização da transação.

Normalmente, o apoio indireto engloba compras de maquinários e valores inferiores a R$ 20 milhões. Essa forma de apoio requer que o cliente entre em contato com instituições financeiras cadastradas pelo BNDS. Esses locais atuam como intermediários na concessão do empréstimo, além de assumirem os riscos e determinarem diretamente com o cliente as garantias necessárias.

Já o apoio direto permite financiamentos de valores superiores a R$20 milhões e devem ser pedidos diretamente no BNDS, por meio do Roteiro de Pedido de Financiamento. Por meio desse tipo de apoio, são necessárias garantias reais ou pessoais, determinadas pelo banco, como: hipotecas, penhor, propriedade fiduciárias, entre outros.

Por conseguinte, a concessão de financiamentos por meio do BNDS é uma excelente maneira para empreendedores brasileiros desenvolverem seus negócios, já que possui facilidades e taxas de juros menores. A Econsult atua na área, desenvolvendo relatórios e analises de viabilidade econômico-financeira, que auxiliam no processo de requerimento do empréstimo.